que atitudes sustentáveis vocês tem hoje? vamos dividir umas dicas aí!

fala ae, galera! integrante nova chegando! hehe
então, vi que a Dobra tem uma pegada sustentável de ponta a ponta (na medida do possível) e eu queria aqui dividir a minha experiência com vocês.

sou ilustradora há pouco mais de um ano e tento fazer uma graninha extra com minha arte (um dia espero poder viver só disso :pray:)

e, depois que me formei, vi aquele monte de xerox sem uso e apostilas velhas. pensei, o que fazer com isso? aí comecei a aprender lettering. e como minha arte é toda feita à mão, pensei: porque não dar uma utilidade pra esse material? então passei a treinar usando essas folhas que de outras forma iriam pro lixo!

essas artes não ficam só no papel, não. eu consigo digitalizar tirando foto mesmo e, depois de editar, viram posts no meu feed! (dá um confere aqui)

além disso, também consigo aproveitar folhas de livros velhos em estampas de quadros onde aplico lettering feito à mão também. aliás, quem aí tiver livro e revistas velhas avisa que tô querendo! haha


futuramente, quero fazer colagens com recortes de revista (que já estou coletando) pra fazer quadros monocromáticos e com algum desenho ou lettering aplicado.

enfim, desculpa o textão, mas queria deixar meu relato e saber de vocês. se tem alguma experiência de sustentabilidade pra compartilhar. Valeu!!

16 Curtidas

E aí galera!
Faço parte do movimento lixo zero, e com isso pratico várias atitudes sustentáveis (pelo menos possíveis para o momento), super possíveis e necessárias.
Como manter a separação dos meus resíduos (pq eles já estão separados na maioria das vzs, nós que misturamos), composto meu orgânico, observo a coleta da minha cidade e otimizo ela (existem pessoas que mexem no nosso “lixo”).
Evito o consumo de descartáveis (embalagens em geral são single use), de materiais que não são reciclados na minha cidade e de produtos com excesso de embalagens.
Substituo tudo que posso por algo mais ecológico.
Faço compras a granel daquilo que tenho acesso, com embalagens reutilizáveis.
Essa prática precisa voltar com tudo, por isso criei a @sacas_sacou

Tenho várias dicas, essas são só algumas… Bora lá fazer parte de tudo isso :green_heart:

6 Curtidas

@Dine, nao tenho instagram, mas me interessei em saber de mais dicas suas. Queria muito reduzir mais o que descarto no lixo

4 Curtidas

Bora nos unir então!
Me passa tuas maiores dúvidas, dificuldades e tal, que ajudo da forma que consigo.
:green_heart:

3 Curtidas

queria fazer uma composteira pequena de apto pros lixos organicos. voce sabe como fazer?

3 Curtidas

Sei sim! :green_heart:
Para melhor te atender é importante saber a quantidade de orgânico que gera na tua casa, teu espaço, se tu pretendes usar o composto e o quanto tu queres te envolver.
Com isso, existem algumas alternativas.

2 Curtidas

Dine, e se na nossa cidade não tiver essa coleta seletiva? Tipo, na minha vai tudo para um único aterro :frowning: mas aqui em casa o que fazemos é separar o lixo seco do orgânico e usar esse orgânico na nossa pequena orta que meu pai cultiva aqui.

E outra coisa que tenho muita dúvida é onde descartar pilhas e óleo. São duas coisas que sempre tem e nunca sei o destino correto.

Muitas vezes os locais de descarte são muito longe de onde moramos e não temos acesso a esse destino correto.

4 Curtidas

Oi Mari
Tudo?

Legal tu apontar essa realidade. A primeira coisa que sempre falo é que precisamos entender o local que estamos.

Que cidade tu mora? Não tem coleta seletiva, mas tem cooperativa que faz a segregação? Pergunto pq essa info tb faz total diferença.

Primeiramente parabéns por manterem os resíduos separados e destinar o orgânico para o lugar dele, a terra. Com isso tu já tá resolvendo mais de 50% da tua geração.

Mesmo que tua cidade não tenha cooperativas que destinam os recicláveis, tu excluindo o orgânico da montante já é algo.

O óleo de cozinha tem que dar uma pesquisada se tem projetos sociais que fazem sabão oi até mesmo coleta em supermercado. Na minha região tem bastante disso.

Sobre as pilhas, primeiro te dou a dica de comprar as recarregáveis, custo benefício mara, mas para as que tu já tem, elas entram na política da logística reversa, quem vende é obrigado a fazer a coleta das mesmas. Pergunta nos estabelecimentos onde está o coletor da mesma, baseado na lei 12.305 Política Nacional dos Resíduos Sólidos.

Espero ter ajudado :green_heart:

5 Curtidas

Moro em Gravataí. Nunca ouvi falar por aqui de alguma cooperativa assim. O que tem são “carroceiros” que buscam papéis e latas, principalmente. Mas é difícil encontrar. Eles pertencem à uma associação chamada Cootracar. Aqui também tem Ecopontos, locais onde são recebidos materiais não orgânicos que ficam espalhados pela cidade. O que é uma iniciativa bacana, mas estão em lugares inóspitos que fica complicado a logística. Não tem nenhum mecanisco de coleta ou pontos mais próximos, por exemplo. Sei que tem farmácias que coletam restos de medicamentos. Acho que poderia ter o mesmo pra eletrônicos e produtos de cozinha.

No mais obrigada pelas dicas! Vou me informar mais sobre esses outros materiais!

2 Curtidas

que gostoso ver esse tópico aqui :blue_heart:
eu sou a bia, fundei a @marulhoeco junto com um outro rapaz perdido ai nos foruns da dobra @rollon (?)
a gente é oceanógrafo e buscamos a sustentabilidade sempre lembrando do que inspira a gnt, o mar. Na marulho tem varias dicas e post com embasamento cientifico toda semana, além da gente ter uma lojinha online também (soon to be upgraded né batman? :eyes:) que quiser olhar e me chamar fica a vontade em www.marulhoeco.com.br

Mas vou colocar outras coisas que acho que podem agregar para outras pessoas que entrem nesse mundo de reduzir nossa pegada ambiental:

  • reduzir o consumo de carne é uma das ações sustentáveis + foda que podemos ter pelo planeta. não precisa virar vegetariano - é uma mudança foda pra muita gente e é um processo. mas da uma procurada sobre flexitarianismo - que é a ideia de quem se alimenta pensando em reduzir seu impacto.
  • se vc mora em apartamento e afins, também da pra compostar. Existem minhoqueiras prontas tipo da Morada da floresta (e tantas outras) e serviços que passam na sua casa pegar seu resíduo orgânico em algumas cidades (tipo Ciclo Organico no Rio)
  • outro descarte que a gente erra muito: remédio. Remédio tem descarte específico e toda farmácia é obrigada por lei a recebê-los - eles contaminam pra caramba água e solo.
  • falando em remédio, máscaras na pandemia: primeiro, usa mascara reutilizavel, deixa as descartaveis pra profissionais da saúde. MAS se vc usar, por favor não joga no lixo nem no reciclável direto. eu faço um recipiente de vridro ou uma garrafa pet só pra colocar materiais potencialmente contaminantes.
  • gente e roupa? a industria da moda é um problemãaao desde o uso de água até microplasticos. cada vez que a gnt lava roupa sao milhaaares de particulas plasticas que saem dos tecido (pq todo tecido sintético no fundo é plástico!). essas particulas nao sao filtradas no nosso sistema de tratamento de agua, acabam indo pra mar no fim e entrando na cadeia alimentar… enfim é tenso. por isso gosto muito da camiseta da dobra que da pra trocar o bolso e ta um look novo. e tem alternativas pra se lavar menos roupa também, tipo @visto.bio

adoro falar sobre isso, bora galera :slight_smile: to disponivel pra trocar ideias

8 Curtidas

Gente, adorei o tema e tudo que já foi compartilhado.

Eu vi sobre a questão da redução de consumo de carne, e é um dos pontos bem difíceis pra mim, o destino do meu lixo orgânico de cozinha hoje é pra uns amigos que criam galinhas e pro meu sogro que cria alguns porcos. Então de certa forma eu incentivo a criação de animais, mas foi a melhor forma que eu consegui.

O reciclável eu separo do orgânico, coloco pra coleta seletiva.

Pilhas, na prefeitura da minha cidade tem um descarte, não é muito divulgado, quase ngm daqui sabe. Talvez seja interessante se informar na prefeitura de cada cidade :wink:

Remédios eu descarto na farmácia do posto de saúde, não sei se é toda a rede do SUS que aceita, mas acredito que sim. Dá pra se informar certinho tmb.

Óleo de cozinha eu guardo, minha mãe faz sabão de soda.

Outros: eu faço meu próprio sabão em pó (uma mistura de sabão de coco ralado com bicarbonato de sódio, proporção 1 xícara p/ 1 xícara de cada), meu sabão líquido (receita do blog uma vida sem lixo, eu uso pra roupas, pra detergente, e pra multiuso diluído numa proporção de 300ml água e 50ml sabão), meu aromatizador de ambiente (100ml álcool, uns 50ml de água e umas gotinhas de óleo essencial), meu desodorante (150ml de leite de magnésia + 1/2 colher de sopa de óleo de coco + 1/2 colher de sopa de bicarbonato de sódio + óleo essencial se tiver - uso de melaleuca pq é antifúngico e cheirosinho), meu hidratante labial (óleo de coco aquecido com cacau, não dá diferença na cor, embora fosse esse o objetivo haha), meu esfoliante (1 colher de flores de camomila trituradas + 1 colher de aveia + 1 colher de arroz em pó, pode só juntar tudo ou bater no liquidificador pra ficar mais fino, guarda em um pote, daí é só colocar um pouquinho com água até formar uma pastinha e usar, receita do insta @chadepenteadeira), meu hidratante facial (10ml de óleo de semente de uva + 6 gotas de óleo essencial, eu usei 3 de melaleuca, por ser antifúngica ajuda em acne, e 3 de copaíba, que é secativo e ajuda em acne tmb), acho que é isso.
LEMBRANDO QUE PRA TUDO ISSO, PRINCIPALMENTE PRODUTOS DE PELE DEVE SER OBSERVADO CASOS DE ALERGIA OU ALGO DO TIPO

Uso absorvente ecológico também, é uma benção na vida, bem melhor que os descartáveis. A PELE RESPIRA <3

Uma coisa em que eu ainda falho muuuito e quero mudar logo é a sacola reutilizável que eu esqueço de levar quando vou fazer compras. E quero comprar ou fazer saquinhos pra comprar hortifruti. E deixar todos juntos perto da porta, pra lembrar!

Ahhh também tenho meu kit com talheres de plástico e canudo e guardanapo e copo de silicone, mas quase não uso pq não como muito fora, mas é uma ótima opção :wink:

Gostei de poder contribuir um pouco mais <3

8 Curtidas

Mari

Vi que essa Associação é um Cooperativa.https://rotadareciclagem.com.br/cooperativa/2304
Teria que ver diretamente com eles como procedem com coletas, daqui a pouco dá pra organizar algo com a vizinhança para viabilizar a ida deles até o local e fazer uma grande coleta :wink:
Na minha cidade, NH, tem coleta seletiva, mas na minha rua não funciona. Um tempo atrás eu juntava por um tempo os materiais e levava diretamente na cooperativa, era uma mão, mas me fazia bem… até pq fazemos parte da responsa né.

Mas ao contrário do que muitos falam, vale a pena manter a separação mesmo que colocares na coleta pública, o material não se mistura muito e viabiliza bastante a reciclagem, sem contar em todo o esforço que tu está poupando daqueles que trabalham com esses materiais.

Bom, tem bastante assunto esse tópico resíduos, fico a disposição.

Abraços verdes :green_heart:

5 Curtidas

Massa Laura

Tb faço algumas alquimias aqui hehe, mas gostei das tuas dicas.

Sobre a carne, pensa com carinho, principalmente nos bichinhos :smiling_face_with_three_hearts:, mas faz de forma consciente e sustentável. Tudo no seu tempo.

Sobre os saquinhos e bags reutilizáveis, dá uma olhada no insta @sacas_sacou , tem ótimas opções. :wink: :green_heart:

5 Curtidas

Nossa verdade Laura, esqueci dos absorventes. eu uso cup, mas mulheres desse brasil é uma revolução pessoal e ambiental parar de usar absorvente descartavel. Sério, não me conformo como a industria fez a gnt achar que tava ok usar um pedaço de plástico entre as pernas pq era mais “higienico”…

E Mari, existe um app muito louco que conecta catadores com produtores de resíduo, chama Cataki. Eu tentei procurar Gravataí mas nao consigo pq ele tá fixo na minha localização aqui, mas as vezes é uma coisa pra dar uma olhada também. Se tiver algum catador na sua área registrado, da pra deixar tudo alinhadinho com ele :slight_smile:

5 Curtidas

Menina, muito isso. Nossa cultura tem muita coisa a ser repensada! Tô querendo trocar pro coletor, parece ser bem mais prático e higiênico (de verdade haha :sparkles:)

2 Curtidas

Tô indo devagar, mas já reduzi bastaaante o consumo. No início do ano eu consegui ficar quase até março, nesses 3 meses acho que comi umas 5 vezes só. Aí depois acabei voltando, mas quero muito!

Os saquinhos, por mais que eu gostaria de apoiar, pq amo o empreendedorismo do nosso Brasil, eu vou ver se minha mãe faz pra mim. Fica melhor pra mim pq eu gastaria menos e como sou do Paraná tmb teria todo o impacto da entrega, por enquanto acho que vai ser uma opção mais viável… =|

4 Curtidas

gente, eu amei, e já quero comprar!!

2 Curtidas

você pode deixar num cantinho da área de serviço

4 Curtidas

Gente, eu estou abrindo uma marmitaria, clica aqui pra ver, ainda tô começando a movimentar a página mas já com com mil seguidos, se vc é de goiania me siga :slight_smile:
E o meu maior desafio tem sido como gerar o mínimo de plastico possível e consegui reduzir a praticamente zero os descatáveis usando algumas saídas como

1 - não é sobre o uso de descartáveis ainda, mas é sobre consumo orgânico, hidropônico e de pequenos produtores. Prefiram sempre. E apoiem restaurantes que utilizam ingredientes assim. Dá muito mais trabalho visitar pessoalmente feiras diferentes em diferentes lugares, ou no caso agora do período de pandemia, entrar em contato com diferentes produtores e ir buscar em vários lugares que não entregam, mas vale a pena se você tem em mente que suas pequenas atitudes podem mudar e que você pode influenciar outras pessoas pro bem.

2 - utilizar em balagens biodegradáveis e no meu caso 100% compostáveis, que achei indicação de uma empresa aqui de Goiânia em envia pro brasil inteiro, e achei em um restaurante do Rio de Janeiro! Eles além de produzir embalagens com amido de milho, mandioca e fibra de cana também são uma empresa de consultoria ambiental com vários projetos massa


3 - embalagem de papel kraft: se degrata totalmente no ambiente após 60 dias e é 100% reciclável

4 - esse eu descobri HOJE, e to muito animada porque já comprei minhas garrafinhas pelo mercado livre e to esperando chegar. Meu maior impásse até agora era “Como entregar bebidas?” porque os copos biodegradáveis não tem lacre e as tampas vêm furadas, então achei a alternativa perfeita: GARRAFINHAS DE VIDRO
Porque são reutilizáveis, lindas e super decorativas :wink:

Enfim, to super feliz e animada com meu projeto e gostaria de pedir que vocês apoiassem cozinheiros e restaurantes que tem o mesmo posicionamento e ideal de uma nova cultura de consumo.

8 Curtidas

Valeu todo mundo por compartilhar essas dicas, tudo muito massa, vou passar a seguir várias delas, porque já vinha pensando em mais formas de minimizar meu impacto no planeta como ser humano e esse tópico caiu como um incentivo maior ainda.

Hoje eu separo o óleo de cozinha usado em uma garrafa PET para fazer a destinação adequada e dispenso os copos descartáveis onde eu trabalho, carregando sempre uma caneca para o café e uma garrafinha térmica para a água. Coisas básicas, mas que fazem toda a diferença no lixo que a gente gera. Quero muitooo aumentar a listinha, por isso tô favoritando esse tópico maravilhoso.

4 Curtidas